Automatizando Edificações Antigas: Retrofit com Tecnologias Wireless

Autor: Eng. Fernando Santesso, Diretor de Novos Projetos da AURESIDE

Publicado na revista Lumiere Electric, edição numero 235, novembro de 2017

O que é Retrofit?
O retrofit tem se tornado um termo cada mais comum no mercado imobiliário. O escasso número de terrenos, principalmente em grandes centros urbanos, aliado ao crescimento do valor do metro quadrado, tem imposto o uso de soluções para revitalização de edificações já existentes. Essa realidade já experimentada em outros centros urbanos do mundo vem movimentando o setor da construção civil e imobiliário no Brasil nos últimos anos.
Como conceito, o termo retrofit surgiu na América do Norte e Europa, e significa (em uma tradução livre) “adaptar ou atualizar algo antigo”, ou seja, substituir subsistemas específicos de um edifício que se tornaram obsoletos com evolução tecnológica ou mesmo com as novas necessidades expressas por usuários.
Geralmente, são realizadas atualizações nas instalações elétricas, hidráulicas e nos principais equipamentos instalados na edificação. Essas melhorias, além de modernizar a edificação, também podem contribuir para tornar o edifício ou condomínio antigo mais atrativo no mercado em relação às novas edificações.
Dentre essas atualizações a automação tem ganho destaque em conjunto com outros sistemas, como por exemplo: medição de consumo, energia alternativa, segurança e controle de acesso. Todos esses itens ajudam a dotar um maior valor econômico à edificação e contribuem para a redução de custos de manutenção e condomínio.


Como automatizar uma edificação antiga?
Implantar sistemas de automação em edificações antigas, no entanto, é sempre um desafio. A infraestrutura existente, na maioria das vezes, não comporta novas tecnologias. Logo, para que sejam atualizados os sistemas a edificação tem que passar por um processo prévio de obras civis, o que, em muitos casos, pode ser traumático aos usuários e donos desses imóveis.
Consequentemente, o primeiro passo para se obter êxito em um projeto de retrofit que envolva sistemas de automação é diagnosticar as reais condições e necessidades da edificação e seus usuários. É fundamental, portanto, contar com a consultoria de um profissional ou empresa especializada que aponte os itens a serem controlados e as soluções tecnológicas para sua implementação, a fim de facilitar todo o processo de retrofit.
Nesse contexto, o uso de tecnologias wireless como ferramentas de simplificação do processo de retrofit tem se tornado cada vez mais frequente. Essas soluções são um forte aliado para mitigar as necessidades de modificações, reduzir o impacto de intervenções e diminuir os riscos no processo de adequação e modernização de sistemas de um imóvel antigo.

O que são as tecnologias wireless?
Os dispositivos wireless para automação são elementos – controladores, atuadores, comandos e sensores - que utilizam o ar com meio de transmissão de informações, diferente dos sistemas de automação cabeado que trafegam seus dados através de cabos e assim demandam alterações mais profundas na infraestrutura da edificação.
Essas transmissões são feitas por ondas eletromagnéticas (Rádio Frequência – RF) e seu alcance depende das características do ambiente (barreiras, condicionamento, interferências e outros fatores) e da tecnologia envolvida.
Atualmente existem diversos padrões de comunicação sem fio, sendo alguns deles proprietários (não permitem a interoperabilidade de dispositivos) e outros abertos. Destacam-se no seguimento de automação de edificações os seguintes padrões de comunicação sem fio:


·         Wi-Fi: Sistemas que utilizam os diferentes protocolos IEEE de Ethernet convencional para fazer a comunicação dos dispositivos. São facilmente reconhecidos em dispositivos como access points e roteadores que propagam a internet dentro das edificações. Contudo, o número de dispositivos que se conectam a rede wi-fi tem crescido, sendo um dos grandes expoentes desse crescimento as câmeras IP (Internet Protocol). Além disso, outros dispositivos como sensores, atuadores e lâmpadas tem utilizado o padrão wi-fi para se comunicar.

·         Bluetooth: Padrão desenvolvido para a comunicação de curto alcance entre dispositivos e com baixo consumo de energia. No mercado de automação essa tecnologia é encontrada, principalmente, em dispositivos de controle de acesso para aplicação residencial.

·         ZigBee: Tecnologia wireless de comunicação desenvolvida para ter baixo consumo, baixo custo, segurança e confiabilidade. Encontrada em aplicações prediais, industriais e comerciais. Conta com uma ampla gama de dispositivos como atuadores, medidores, comandos, sensores, emissores e outros.

·         Zwave: Assim como o ZigBee o padrão Zwave apresenta baixo consumo e custo, além de segurança, confiabilidade e interoperabilidade de dispositivos. Também conta com um amplo espectro de produtos, porém a tecnologia nasceu e tem sua maior força em aplicações de automação residencial.

·         Padrões Proprietários: Contam uma gama variada de dispositivos para automação, porém, por terem um protocolo fechado, não permitem a comunicação com dispositivos de outros fabricantes.
Dada a variedade de tecnologias presentes no mercado, nota-se que diferentemente do que se tem propagado no mercado de tecnologia e automação, os sistemas wireless necessitam de um projeto cuidadoso para que possa funcionar corretamente, permitindo a comunicação, controle e gestão dos sistemas.

O que pode ser controlado com tecnologias wireless em uma edificação?
Potencialmente, todos os sistemas existentes em uma edificação podem ser controlados com os dispositivos de tecnologia wireless.
A diversidade de dispositivos wireless encontrados no mercado atual colaboram para que o processo de retrofit de sistemas com automação seja cada vez mais abrangente e dinâmico. É possível controlar, medir e gerir dados de sistemas hidráulicos, elétricos, iluminação, climatização, entretenimento e até mesmo segurança e controle de acesso com tecnologias wireless.
Evidentemente, quanto maior é a criticidade de um sistema dentro de uma edificação, maior deve ser o cuidado no uso de sistemas totalmente wireless. Por esse motivo, vale ressaltar mais uma vez a importância de uma análise crítica, técnica e imparcial para a tomada de decisão pelo uso de tecnologia wireless.

Respeitada essa condição, os dispositivos wireless são um instrumento poderoso e devem ser usados para transformar instalações obsoletas de prédios antigos em instalações modernas e eficientes, proporcionando agilidade no processo de retrofit.

Nenhum comentário:

Postar um comentário